PALAVRAS DO PRESIDENTE DA BARRALERTA

Hoje estamos vivendo um momento de amargura e tristeza no nosso pais em razão de uma crise econômica, social e política, mas, principalmente pela crise moral que nos assola.

A indignação dos cidadãos honestos e cumpridores de seus deveres é perfeitamente justificada pelos últimos acontecimentos que jogam um enorme número de suspeitas sobre grande parte de nossos políticos.

Acreditamos, entretanto, que em breve vamos sair dessa triste fase e, punidos os políticos e empresários que mancharam o parlamento sairemos fortes e renovados para seguir nosso destino de Nação Viril.

No meio desses desencantos e combalidas as finanças da Federação e de nosso Estado concluímos que os desvios de conduta do passado mostram hoje para nos um quadro tão iniquo a atingir as camadas mais pobres da população.

A nossa repulsa e indignação aumenta quando vemos o governo descumprir o pacto social deixando de remunerar seus funcionários principalmente os da área de segurança.

A RAS que é a remuneração do trabalho em dia de folga e os valores correspondentes aos prêmios por atingirem as metas também não têm sido pagas.

Agora e aqui queremos trazer nossa solidariedade aos policiais que neste momento de recessão continuam a cumprir seus deveres.

A comunidade da Barra reconhece o trabalho diuturno dos policiais militares do 31º BPM que tem se mantido vigilantes em seus postos de trabalho atendendo a população da nossa região apesar da carência de recursos que têm recebido.

Visando colaborar com os agentes policiais suprindo as deficiências existentes nas polícias militar e civil, foi organizada a Sociedade Civil Comunitária Bairro Seguro da qual fazem parte ACIR, ACIBARRA, AMAR e 31º Conselho Comunitário de Segurança. A ACBS, com patrocínio empresarial, montou uma Central de Monitoramento na área da 31ª AISP que hoje utiliza as câmeras da prefeitura para vigiar nossa região. Este projeto pretende ser mantido pela sociedade civil, através da adesão e ligação das câmeras dos condomínios à Central que funciona 24 horas por dia, durante todos os dias.

Nas palavras de Santo Agostinho “A esperança tem duas filhas: a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão e a coragem, a muda-las” e nas minhas palavras a exigir que sejam alteradas, o que a Sociedade Civil deve fazer no exercício de sua Cidadania. Os policiais do 31º BPM que hoje serão homenageados se destacaram pelo cumprimento de seus deveres com exação e grande profissionalismo.

Ao homenageá-los em nome dos moradores da região estamos fazendo justiça a todo corpo de policiais militares que integram o 31º sob o comando do Cel. Schalione e do Ten. Cel. Sena a quem também rendemos nosso tributo.

Obrigado, em nome das entidades que compõe a comunidade da Barra e Recreio. A Sociedade Civil confia na instituição Polícia Militar.


Kleber Machado
Presidente

 

Fotos da reunião