Fotos do encontro com o Candidato a Prefeito no dia 27/10/2016

 

ENTREGA DO INSTRUMENTO PROPOSITIVO
Ao candidato a Prefeito Marcelo Crivellalogos encontro prefeitos

PRIORIDADES

EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

  • Construção de mais 02 creches/escolas na Barra e 02 creches/escolas no Recreio;
  • Provimento de transporte para alunos que residem em locais carentes de condução;
  • Ampliação do programa “Ônibus da Liberdade” (existente na Barra e Recreio somente na Escola Frei Gaspar) para Rio das Pedras e Riviera;
  • Programa de escola integral (oito horas) nas escolas públicas;
  • Realizações de competições pedagógicas e esportivas, formação de corais, de bandas de música e de grupos de ensino de danças nas escolas públicas do Recreio, da Barra e de Jacarepaguá;
  • No âmbito do Programa Federal “Brasil Profissionalizado”, interagir com o Governo Estadual no sentido de estabelecer convênio com o Governo Federal para implantação de Escola Técnica Padrão de 1.200 alunos, na Barra, Recreio ou Jacarepaguá em consonância com o citado Programa Federal e com a Nota Técnica nº 759/2011/CGPFASPEPT/DIREPT/SETEC/MEC.

SAÚDE PÚBLICA

  • Instalar 01 Posto de Saúde na Barra com capacidade de resolver problemas primários;
  • Terminar o Posto de Saúde do Recreio, que foi inaugurado e permanece somente com metade do projeto original concluído;
  • Dotar o Lourenço Jorge de equipes permanentes de neurocirurgia e de cirurgia vascular;
  • Implantar um CTI infantil no Hospital Lourenço Jorge (HLJ);
  • Atendimento emergencial permanente, 24 horas, em postos e hospitais da Região;
  • Incrementar na Barra da Tijuca, Recreio, Vargens, Itanhangá, Rio das Pedras, Jacarepaguá e adjacências o Programa de Saúde da Família.

SEGURANÇA PÚBLICA

  • Aumentar o efetivo da Guarda Municipal na região para possibilitar o bom cumprimento de suas funções, inclusive o de dar mais segurança à população para pequenos delitos, transformando seu efetivo em estatutário;
  • Criação da 16ª Inspetoria de Guarda Municipal (IGM), abrangendo Recreio e Barra, e de uma Unidade de Ordem Pública (UOP), também abrangendo Recreio, Barra e Jacarepaguá, para apoiar a segurança colaborando com a PM e a ordem pública no Recreio, Barra e Jacarepaguá.

MOBILIDADE E TRANSPORTES PÚBLICOS

  • Nova sinalização visual de placas de trânsito com letras maiores e refletivas;
  • Construção da ponte sobre o Canal Marapendi entre a Av. Lúcio Costa e Felicíssimo Cardoso;
  • Projetar e executar os mergulhões na Av. General Felicíssimo Cardoso e na Afonso Arino de Melo Franco sob a Av. das Américas;
  • Executar o elevado previsto no projeto de ampliação da Av. das Américas sobre a Av. Benvindo de Novaes, ou substituir por projeto e execução de mergulhão no local.
  • Abertura da Av. Via Parque entre Downtown e Parque Melo Barreto;
  • Conclusão e abertura da Av. Dulcídio Cardoso (Canal de Marapendi) entre Jardim Oceânico e Condomínio Novo Leblon, bem como no lado da praia, entre Jardim Oceânico e Lúcio Costa (próximo ao posto 8);
  • Complementar a revitalização da Estrada dos Bandeirantes em toda a sua extensão, alargando-a e recuperando o asfaltamento e urbanização do entorno;
  • Criação de corredores de BRT também na freguesia, em complemento ao sistema que já existe na Taquara e Tanque;
  • Implementação da Lei Complementar nº 104, de 27 de novembro de 2009, que institui o Projeto de Estruturação Urbana (PEU) das Vargens e Região, aí incluindo-se a construção de terminais de atracação de embarcações para transporte aquaviário na região da Barra e Recreio, conforme previsto no citado PEU;
  • Recuperação de uma terceira faixa na pista central entre a Av. das Américas, da Cidade das Artes até o Recreio Shopping;
  • Limitar circulação de ônibus intermunicipais até o Terminal Alvorada;
  • Criar uma ciclovia na Estrada da Barra da Tijuca no Itanhangá.
  • Implantação de vagas para veículos no entorno do comércio de cada sub-bairro de Jacarepaguá, que fortalecerá o comércio e evitará que guardas municipais multem nossos veículos a todo o momento, pois não temos opções de estacionamento.

MEIO AMBIENTE E SANEAMENTO AMBIENTAL

  • Remoção e recolocação de todas as comunidades que vivem em áreas de risco e de Preservação Permanente, principalmente em áreas de encostas e margens de rios e canais;
  • Instalação das restantes quatro UTR – Unidade de Tratamento de Rios (Rio Pavuninha, Arroio Pavuna, Rio do Anil e Rio das Pedras), todas previstas desde os Jogos Pan Americanos, a exemplo da UTR já em funcionamento na foz do Arroio Fundo;
  • Cobrir canal existente no Jardim Oceânico – Av. Gilberto Amado e Fernando de Mattos, transformando-o em ciclovia;
  • Canalizar o canal restante da Estrada da Barra – Itanhangá.

 URBANISMO E HABITAÇÃO

  • Promover a desocupação de moradias e imóveis comerciais irregulares nas áreas públicas. Exemplo: Estrada da Barra da Tijuca, 3.570 – Itanhangá; e Avenida Gilka Machado, do nº 1 ao nº 400 - Recreio;
  • Combater incessantemente os loteamentos clandestinos, dentre eles os da Rua Comandante Guaranys, em Jacarepaguá;
  • Trocar ou reparar os postes de iluminação da orla marítima (Av. Lúcio Costa);
  • Elaborar o “Caderno de Legislação Urbana” da região contendo regras sobre o uso do solo, construção de edificações, tombamentos, áreas de preservação ambiental, mapas, fotos aéreas e outros dados pertinentes;
  • Maior presença da SEOP nas avenidas da região, principalmente na Av. Olegário Maciel, ordenando o transito e o comércio local de rua;
  • Intervenções em toda extensão da Estrada do Rio Morto tais como: recapeamento do asfalto, colocação de guard rails, continuação da ciclovia e iluminação em toda sua extensão;
  • Intervenção em toda Rua Comandante Guaranys – Jacarepaguá: Retirada de lixo, esgoto e entulho, tapa buraco, poda de árvore, reforma da iluminação e instalação de novos postes, calçamento ao longo da via e ocupações irregulares;
  • Implementação do projeto de qualificação elaborado pela SMU da Barrinha.

COMUNIDADE       

  • Que as decisões sobre a gestão e utilização da Cidade das Artes sejam realizadas com a participação da comunidade, em parceria com a Fundação;
  • Ao novo Prefeito, Jardim Oceânico pede uma maior aproximação com as autoridades competentes, através de reuniões e contatos pessoais, com as entidades comunitárias;
  • A AMAR pleiteia, ainda, a cessão a título precário de área para instalação de sua sede.

Rio de Janeiro, Setembro de 2016.

logos encontro prefeitos2