kleber vivePoucas pessoas conseguem materializar a força da sociedade civil organizada da Barra como Kleber Machado. É difícil falar dele com o verbo no pretérito. Ele esta presente e sempre estará junto a nós, principalmente pela sua lucidez contagiante e capacidade de buscar o consenso.

A Barra deve muito ao Kleber. Ele faz parte do grupo de pioneiros da nossa região que ajudaram a construir este pedaço do paraíso em que vivemos. São histórias que merecem ser perpetuadas para as novas gerações. No último sábado, dia 16 de dezembro ele esbanjava entusiasmo e vitalidade. Impressionava vê-lo no topo dos seus quase 90 anos com a jovialidade de um menino.

Na nossa agenda de compromissos comuns, tinha o hábito e orgulho de lhe dar carona. Adorava ouvir suas histórias e viajávamos juntos ao pioneirismo do Gênesis do nosso Bairro. Numa dessas vezes, retornávamos do Recreio pela Reserva e passamos na sua antiga casa e ele relembrava como aquilo era deserto. As primeiras árvores da sua propriedade e as que ele plantou na orla, hoje, as árvores frondosas nos acalentam com as sombras de suas copas.

Homens como o Kleber ficam cada vez mais raros. transformou o Barra Alerta em um trincheira em defesa da segurança da Barra, montou a Associação Bairro Seguro- ACBS com uma moderna central de monitoramento, inaugurou o espelhamento no 31º Batalhão com entusiasmo juvenil. Aliás, esta é uma de suas marcas, enfrentar os anos que passam preservando o entusiasmo e o frescor de uma juventude contagiante. Cada desafio era abraçado com um vigor invejável.

Hoje é dia de orar para que a sua passagem, ocorrida no sono dos justos, seja tranquila. É hora também de agradecer o privilégio da sua amizade e convivência. Para morrer basta estar vivo, mas para viver como o Kleber soube viver, é preciso colocar os interesses comunitários acima dos seus. E ele soube fazer isso de uma forma tão natural que nos contagiava.

A sua lucidez nos comoveu de forma muito natural. Nunca vimos o Kleber alterar o tom de voz. A serenidade foi uma das suas virtudes. Até para nos deixar, o plano divino escolheu um momento especial, quando estamos na semana do natal, na qual voltamos ao carinho das nossas famílias e poderemos consolar o nosso sentimento de pesar.

Kleber Machado vive! No seu exemplo, nas nossas vitorias pela Barra e nos nossos corações. Descanse em paz caro amigo! O sentimento é de dever cumprido! E muito bem cumprido!!!

Fonte: Jornal da Barra